Publicado em Deixe um comentário

Lignanas salvam vidas

2 abril 2019
Lignanas salvam vidas
Postado por Ana Paula

As lignanas são um tipo de polifenol encontrado nas plantas. Elas são muito abundantes na semente de linhaça, embora também possam ser encontradas em outras sementes (como a de gergelim), assim como em algumas frutas, vegetais e grãos integrais.

Quando você consome alimentos ricos em lignanas, também chamados ‘precursores de lignanas’, as bactérias do seu intestino convertem as “lignanas vegetais” em “lignanas humanas”, tais como enterodiol e enterolactona – estas lignanas têm fraca atividade estrogênica, o que pode ajudar especialmente na saúde feminina.

Como elas podem ajudar? Se você, naturalmente, tem altas taxas de estrogênio, os “estrogênios fracos” das lignanas vegetais podem ligar-se a alguns de seus receptores e diminuir assim as atividades totais do seu estrogênio, normalizando seus níveis.

Como explica a Dra. Cristine Horner, escritora de um premiado livro sobre proteção natural contra o câncer de mama, os “estrogênios fracos” das lignanas atuam bloqueando os estrogênios fortes, e assim resultam em um efeito inibitório, que pode trazer benefícios ótimos para as mulheres.

Por outro lado, se seus níveis de estrogênio estiverem baixos, as lignanas também podem ajudar a promover o equilíbrio, cumprindo assim um papel positivo na regulação de maneira geral, tanto para altos níveis quanto para baixos.

O equilíbrio hormonal é apenas um dentre muitos benefícios da lignana, como você verá.

Lignanas podem ajudar no combate ao câncer

O efeito inibitório ao estrogênio, gerado pelas lignanas, pode ajudar no combate ao câncer, especialmente de seio, útero, ovário e próstata. De acordo com artigo publicado pelo Clinical Laboratory Sciences:

“Evidências experimentais em animais mostraram importantes efeitos anticarcinogênicos das lignanas de linhaça ou lignanas puras contra muitos tipos de câncer”

Há também estudos sugerindo que as mulheres na pós-menopausa, que têm uma alta ingestão de lignanas na dieta, têm um risco 15% menor de câncer de mama, em comparação com aquelas com baixa ingestão de lignanas.

Lignanas da linhaça ajudam na prevenção do câncer?

Pesquisadores têm apontado resultados positivos entre a semente de linhaça (mais rica fonte de precursores de lignana) e câncer. Como foi notificado pela University of Maryland Medical Center:

“Em um estudo conduzido com mulheres na menopausa que foram recentemente diagnosticadas com câncer de mama, fez-se a experiência de adicionar 25 gramas de linhaça dietética durante 40 dias na dieta destas mulheres. Como resultado,obteve-se redução no crescimento do tumor”.

“Outros estudos sugerem que a semente de linhaça pode reduzir o número de crescimentos celulares anormais, que são marcadores precoces do câncer de cólon”.

Uma investigação conduzida na Universidade de Toronto aponta para o mesmo sentido. Em apenas três semanas, o estudo encontrou efeitos positivos da linhaça sobre a diminuição tumoral.

De acordo com a Dra. Cristine Horner, as sementes de linhaça contém 100 vezes mais lignanas que qualquer outra fonte vegetal conhecida, sendo capazes de trazer muitas melhorias para o organismo.

“Os estrogênios vegetais não são os mesmos que os estrogênios que o corpo produz ou os estrogênios sintéticos, encontrados na terapia de reposição hormonal. Eles são muito diferentes. Eles agem como moduladores seletivos de estrogênio e como inibidores. Esses produtos vegetais agem de tantas maneiras positivas que talvez nunca possamos compreendê-los completamente”.

Dra. Lilian Thompson (University of Toronto) e outros pesquisadores mostram que as lignanas da linhaça combatem o câncer de mama de várias maneiras, que incluem:

Redução dos níveis de produção de estrogênioBloqueio aos estrogênios ambientais e seus efeitos sobre o tecido mamário
Produção de um bom estrogênio protetivoProteção do tecido mamário contra toxinas ambientais
Diminuição de três fatores de crescimento associados ao câncer de mamaBloqueio natural da enzima aromatase, de uma forma semelhante ao fármaco Arimidex
Equilíbrio do ciclo menstrual Bloqueio do receptor de estrogênio, de forma semelhante ao fármaco Tamoxifen

Os benefícios cardiovasculares das lignanas

Além do câncer, há evidências científicas que mostram que uma dieta rica em lignanas vegetais pode estar associada a um menor risco de doenças cardíacas. Em uma investigação realizada com cerca de 2 mil homens, aqueles com os mais altos níveis de enterolactona (marcador que diz respeito à ingestão de lignanas) foram significativamente menos propensos a morrer de doenças cardiovasculares.

A pesquisa também mostra que adicionar sementes de linhaça à sua dieta pode ter um efeito favorável sobre o colesterol, embora ainda seja desconhecido se este efeito é devido às lignanas ou aos outros nutrientes saudáveis presentes na linhaça (tais como fibras e ômega-3).

Saúde dos ossos e efeito antioxidante

Os fitoestrogênios contidos na linhaça ajudam a manter a densidade óssea. No caso da osteoporose, pesquisas sugerem que as lignanas estão positivamente associadas à densidade mineral óssea da coluna e do quadril em mulheres pós-menopausa, embora mais estudos ainda sejam necessários.

Também merecem ser destacadas as propriedades antioxidantes das lignanas:

“Em laboratório, as lignanas apresentam ação antioxidante, mas o significado de tal atividade antioxidante em humanos ainda não é completamente clara, embora um estudo transversal tenha descoberto que um biomarcador de dano oxidativo estava inversamente associado aos níveis de um certo tipo de lignanas em homens”.

Qual a melhor fonte existente de lignanas?

Sementes (de linhaça, abóbora, girassol e gergelim), assim como certos frutos e legumes, estão entre as melhores fontes alimentares de lignanas. A semente de linhaça é a fonte alimentar mais rica e a moagem destas sementes pode melhorar a biodisponibilidade das lignanas.


Nos Estados Unidos, o consumo de fitoestrogênios como as lignanas é bastante baixo. Acredita-se que a ingestão média por mulheres na pós-menopausa seja inferior a 1 miligrama, sendo que para atingir níveis benéficos pode ser necessário entre 50 e 100 mg por dia, o que equivale a três ou quatro colheres de sopa de semente de linhaça.

Também é possível encontrar lignanas benéficas em forma de suplemento.

Abaixo você encontra uma tabela com os principais alimentos e suas taxas de lignanas. Vale a pena saber!

AlimentoPorçãoTotal de Lignanas (mg)
Semente de Linhaça28g85.5
Semente de Gergelim28g11.2
Brócolis½ caneca, picado0.6
Damasco½ caneca, picado0.4
Couve½ caneca, picado0.3
Couve de Bruxelas½ caneca, picado0.3
Morango½ caneca0.2

Traduzido de https://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2015/11/02/lignans-save-lives.aspx

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *