Publicado em 1 comentário

Os principais benefícios da Aromaterapia para o bem-estar

31 outubro 2018
Os principais benefícios da Aromaterapia para o bem-estar
Postado por Everton Souza

Atualmente, a Aromaterapia está muito presente em diferentes contextos terapêuticos. Porém, você sabe exatamente o que é a Aromaterapia e quais são os benefícios que ela pode te proporcionar? Neste texto, vamos apresentar um pouquinho sobre este maravilhoso tema. Vale a pena saber!

Os Óleos Essenciais são líquidos puros, extraídos de diferentes partes das plantas (como das sementes, folhas, flores, raízes, frutas etc.), sendo capazes de promover benefícios físicos, emocionais e espirituais.

Por mais de cinco mil anos, a Aromaterapia tem sido considerada, ao redor do mundo, uma prática eficaz e confiável, principalmente devido às qualidades analgésicas, antissépticas e bactericidas dos óleos essenciais.

O que é a Aromaterapia?

A Aromaterapia é um tipo de prática medicinal alternativa, que utiliza as fragrâncias das plantas como forma de tratamento e cura. Diferentes pesquisas científicas comprovam que, quando inalados ou aplicados à pele, os óleos essenciais possuem atuação positiva sobre diferentes problemas de saúde, por vezes, sendo mais eficazes que medicamentos fármacos.

Como funcionam os óleos essenciais?

Os óleos essenciais, contidos nas diferentes partes dos vegetais, são produzidos pelas plantas para sua própria autodefesa, tendo a função, por exemplo, de repelir insetos e protegê-las contra bactérias.
Extraídos principalmente através da destilação à vapor ou da prensagem a frio, os óleos possuem composições químicas muito concentradas.
Por serem concentrados, normalmente recomenda-se a diluição com óleos carreadores, tais como óleo de jojoba, amêndoas e coco, não sendo recomendada a aplicação direta de óleos essenciais sobre a pele.

A Aromaterapia é muito versátil e pode se dar de diferentes maneiras:

✔ Através da difusão de óleos essenciais (ou blends) pelo ar;
✔ Através da inalação direta;
✔ Através de massagem terapêutica;
✔ Por meio de banhos;
✔ Ou através da aplicação direta sobre a pele (uso tópico).

Quais são os principais benefícios da Aromaterapia?

A Aromaterapia pode servir para muitos propósitos, auxiliando tanto em problemas mais cotidianos como em quadros de doenças mais graves. Pesquisas apontam a ação positiva das fragrâncias no tratamento de diferentes desequilíbrios, entre eles:

✔ Estresse crônico e ansiedade;
✔ Depressão;
✔ Insônia e problemas relacionados ao sono;
✔ Dores musculares;
✔ Dores nas articulações;
✔ Infecções Respiratórias e digestivas;
✔ TPM e sintomas da menopausa;
✔ Problemas de pele;
✔ Controle dos níveis de açúcar no sangue;
✔ Câncer;
✔ Fadiga.

A Aromaterapia pode ter tanto efeitos sedativos quanto efeitos energizantes, dependendo da composição dos óleos utilizados. De maneira abrangente, os óleos possuem efeito positivo sobre o sistema imunológico e sobre o sistema nervoso. As fragrâncias, quando inaladas, se conectam diretamente ao nosso sistema límbico (que regula emoções e comportamentos), por isso a Aromaterapia é uma prática tão especial e poderosa.

É importante estar atento ao fato de que a eficácia de um óleo está diretamente relacionada à sua pureza e sua origem. É preciso consumir com consciência e conhecimento sobre a qualidade do produto.

Benefícios comprovados da Aromaterapia

1. Relaxamento

Estudos apontam que certos óleos essenciais usados na Aromaterapia, tais como Lavanda e Camomila, podem ajudar no alívio do estresse e da ansiedade, assim como na melhora do humor. É comprovado que a fragrância da lavanda possui um efeito calmante sobre o sistema nervoso simpático (responsável pelas nossas respostas corporais/reações de fuga, luta, medo, situações de estresse).

2. Qualidade do Sono

Os óleos essenciais que aliviam o estresse, naturalmente, atuam positivamente sobre a qualidade do nosso sono. Entre estes óleos estão a Lavanda, a Camomila, o Óleo Essencial de Rosas, o Ylang Ylang e o Vetiver. É indicada a difusão destes óleos pelo ambiente do quarto, cerca de 1 hora antes de dormir.

3. Dificuldades respiratórias

Alguns óleos possuem propriedades antissépticas que auxiliam no combate de bactérias, fungos e mofos, que ocasionam problemas respiratórios. Para alívio destes problemas, você pode usar a difusão ou inalação, assim como aplicar os óleos essenciais sobre o peito, para abertura das vias aéreas. Os óleos mais indicados para alergias, resfriados, gripe e tratamentos respiratórios diversos são: Eucalipto, Hortelã-Pimenta, Olíbano, Alecrim, Mirra, Limão, Orégano e Melaleuca.

4. Saúde da pele

Os óleos essenciais também podem ser usados para acne, celulite, caspa, coceiras, picadas de insetos, entre outros desequilíbrios. O Óleo de Melaleuca é um dos mais populares para o tratamento de problemas de pele, pois possui propriedades bactericidas, antissépticas e antifúngicas. Outros óleos indicados para a saúde da pele são: Lavanda, Sálvia Esclaréia, Junípero, Limão, Laranja, Olíbano e Helichrysum.

5. Controle dos efeitos e sintomas do câncer

A Aromaterapia pode ser utilizada como uma terapia auxiliar durante o tratamento do câncer, tanto para redução do estresse, alívio de dores, ou simplesmente para promover a sensação de bem-estar. Ela auxilia nos sintomas de náusea, fadiga, dores, depressão, insônia etc. Os óleos mais indicados nestes casos são: Olíbano, Gengibre, Lavanda, Gerânio, Rosa, Sálvia Esclaréia e Néroli.

6. Dores e inflamações

Para dores nos músculos, articulações, lesões nos tecidos e artrite indica-se Gengibre, Mirra e Laranja. Para dores em geral, tais como dores de cabeça, pode ser utilizado Hortelã-Pimenta, Alecrim, Olíbano, dentre outros.

7. Redução da fadiga

Um estudo envolvendo 40 pacientes com sintomas de depressão e fadiga mental, comprovou os efeitos positivos da Aromaterapia. Os pacientes que inalaram a Lavanda apresentaram sintomas de relaxamento, melhora do humor e alívio dos sintomas de depressão. Os pacientes que inalaram o Alecrim apresentaram maior estado de alerta e atenção.

8. Libido

A Aromaterapia tem um longo histórico de auxiliar na libido, assim como no tratamento de disfunções sexuais. Os óleos mais populares para equilíbrio hormonal e saúde sexual são Sálvia Esclaréia, Sândalo, Alecrim, Gerânio, Ylang Ylang e Néroli.

9. Digestão e náusea

Gengibre, Toranja, Hortelã-Pimenta, Açafrão, Limão, Camomila e Eucalipto são óleos essenciais que auxiliam no tratamento do refluxo, úlcera, náusea, indigestão e dores de estômago. Estudos científicos evidenciam que Açafrão e Gengibre, especialmente, são óleos que possuem propriedades gastro-protetivas importantes, que ajudam no combate da úlcera.

Precauções importantes da Aromaterapia

Algumas pessoas devem ter atenção especial antes de utilizarem os óleos essenciais, por exemplo, pessoas que possuem a pele muito sensível ou que apresentam reações alérgicas com mais facilidade. Também devem ter atenção especial mulheres gestantes ou em período de amamentação.

Ainda que os efeitos adversos sejam raros, algumas pessoas podem apresentar: irritações na pele e dermatite (especialmente com os óleos cítricos e óleos com mentol), fotossensibilidade (especialmente relacionada aos óleos de Limão, Lima, Bergamota e Laranja) e intoxicação (dependendo da quantidade utilizada). Por isso, é sempre importante saber a dose correta e a origem dos produtos consumidos.

Nunca recomendamos ingerir os óleos essenciais.

 

Quer saber um pouco mais sobre os propósitos dos óleos essenciais? Conheça alguns dos principais aqui.

Fonte: Dr. Axe

Um comentário sobre “Os principais benefícios da Aromaterapia para o bem-estar

  1. […] não apenas é uma experiência prazerosa, como também tem profundas implicações em sua saúde e seu bem-estar. Ambos, positividade e negatividade, tendem a ser contagiosos, isso significa que rodear-se de […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *