Publicado em

Os benefícios da positividade: qual a importância do pensamento positivo em nossa vida?

14 novembro 2018
Os benefícios da positividade: qual a importância do pensamento positivo em nossa vida?
Postado por Everton Souza

Passar o seu tempo com pessoas positivas não apenas é uma experiência prazerosa, como também tem profundas implicações em sua saúde e seu bem-estar. Ambos, positividade e negatividade, tendem a ser contagiosos, isso significa que rodear-se de pessoas negativas (sejam amigos, familiares ou colegas de trabalho) afetará seu humor e sua forma de ver a vida.
Mas, ainda mais preocupante, é o fato de que a negatividade pode afetar, de maneira grave, sua saúde e sua expectativa de vida. Ao contrário, se seu cotidiano for rodeado de positividade, é provável que você ganhe melhorias em sua saúde física e mental. Pesquisadores sugerem que os benefícios associados à positividade incluem: aumento da longevidade, proteção contra o estresse crônico, aumento da felicidade e maior sensação de propósito e conexão com a vida.

O que é positividade?

A definição de positividade é “a prática ou tendência de ser positivo e otimista em suas atitudes”. As pessoas que têm uma personalidade positiva aceitam o mundo tal como ele é. Elas procuram ver esperança quando algo ruim acontece e espalham mensagens de confiança para o mundo.
Estudiosos da Psicologia consideram que este recente “movimento de positividade” teve início no fim dos anos 90, quando a psicologia positiva começou a se desenvolver. Os psicólogos positivos se dedicam ao estudo da felicidade e das emoções positivas (basicamente, aquilo que faz a vida valer a pena), ao invés de estudar as disfunções e doenças mentais, que é o campo prioritário da psicologia tradicional. Eles buscam descobrir práticas que fazem as pessoas encontrarem alegria e realização, que incluem atitudes relacionadas ao otimismo.
Embora o tema da positividade tenha mais destaque nos dias de hoje do que no passado, certas populações, já há bastante tempo, podem ser consideradas como um exemplo dos benefícios do pensamento positivo. Por exemplo, em Okinawa, no Japão, onde a expectativa de vida das mulheres é em torno dos 90 anos (um dos maiores índices do mundo), as pessoas possuem uma espécie de ‘rede social’ chamada moai, que são grupos de apoio que oferecem suporte financeiro, social e emocional, e geralmente esses grupos duram a vida toda.
Muitas crianças integram os moais desde bem cedo, inclusive algumas desde o nascimento. Adultos que pertencem ao mesmo moai compartilham lado a lado um longo tempo de vida, muitas vezes trabalhando juntos na jardinagem, dando suporte uns aos outros em momentos de dificuldade e doenças, além de apoio emocional frente a um falecimento. Consiste em um cuidado recíproco entre as famílias. Juntos, os membros de um moai criam uma atmosfera de positividade, que incentiva hábitos benéficos, tal como a prática de exercícios físicos e uma dieta alimentar saudável.
Dan Buettner, escritor da National Geographic e autor do livro “The Blue Zones”, conta que em alguns lugares específicos do mundo, chamados de “Zonas Azuis” (onde estão registrados os maiores índices de expectativa de vida), as pessoas chegam perto dos 100 anos a uma taxa 10 vezes maior que nos Estados Unidos, e passam a maior parte da vida com uma boa saúde. Algumas das maneiras de praticar a positividade e alcançar uma vida mais longa e saudável incluem: ter um forte senso de propósito na vida, praticar com regularidade atividades que aliviam o stress, desfrutar de refeições com amigos e com a comunidade, escolher hábitos saudáveis e colocar a família em primeiro lugar.

1. Aumento da felicidade

O que faz você feliz? Pesquisas recentes evidenciam que aqueles que praticam a positividade e a gratidão experimentam múltiplos benefícios, que incluem: maior sensação de felicidade, mais energia, mais esperança e mais emoções positivas. A positividade nos ajuda a reconhecer oportunidades de acessar estados de relaxamento, diversão e conexão. Como foi descrito, em um recente artigo do periódico Psychology Today, pessoas que se encontram satisfeitas com a vida alcançam realizações satisfatórias, pois a felicidade leva a resultados positivos na escola, no trabalho, nas relações sociais, e até mesmo na longevidade da vida.

2. Combater os efeitos negativos da ansiedade e do estresse

No livro “The How of Happiness”, a doutora Sonja Lyubomirsky afirma: “o modo como você pensa – sobre você, sobre o mundo e sobre outras pessoas – é mais importante para a sua felicidade do que as circunstâncias objetivas da sua vida”. A positividade se mostra protetiva para o organismo na medida em que reduz os efeitos negativos do estresse. Numerosos estudos mostram que ter uma rede de relacionamentos sociais forte, especialmente com pessoas positivas, te protege contra os danos das decepções e dos contratempos.
Um artigo de 2017, do New York Times, coloca em destaque o fato de que aquilo que acontece no seu cérebro influencia diretamente o que acontece no seu corpo. Quando enfrentamos uma crise de saúde, cultivar emoções positivas pode não apenas fortalecer a imunidade como nos proteger contra a depressão. A positividade influencia em muitos aspectos de nossa saúde, tais como:

– Diminuição da pressão sanguínea
– Redução do risco de doenças cardíacas
– Controle de peso e proteção contra a obesidade
– Níveis de açúcar saudáveis
– Maior tempo de vida
– Diminuição da depressão e angústia
– Maior resistência contra gripes
– Melhor capacidade de enfrentar momentos de dificuldade e estresse.

3. Redução do risco de ansiedade

Pesquisas realizadas constataram que indivíduos deprimidos e ansiosos têm uma capacidade menor de identificar conteúdo emocional positivo. Em outras palavras, uma das características dos transtornos de humor é justamente o pensamento pessimista/negativo. Pessoas com esses transtornos geram pensamentos negativos tão automaticamente que não percebem que isso está acontecendo. Outras pesquisas evidenciam que, entre pessoas com Desordem de Ansiedade Generalizada, a substituição consciente de pensamentos negativos por pensamentos positivos resulta em melhoras efetivas do quadro de saúde.

4. Maior sensação de propósito de vida

Um estudo de 2010, publicado no American Journal of Orthopsychiatry, descobriu que pessoas com níveis altos de pensamento positivo relatam sentir que suas vidas têm mais significado e propósito, mesmo após eventos traumáticos.

5. Mais conexão com as pessoas

Praticar o pensamento positivo ajuda a manter a clareza mental, permitindo uma expansão de visão, além de criar o sentimento de conexão. As emoções positivas são capazes de aumentar nosso senso de unidade com os outros e com o mundo. Conexões reais e profundas com outras pessoas são importantes porque constroem significado e propósito para a vida.

6. Reforço de hábitos saudáveis

A positividade tende a reforçar-se, ou seja, quando experimentamos emoções positivas é mais fácil construir hábitos saudáveis, que atuam alimentando e reforçando a sensação de felicidade. De acordo com a Dra. Barbara Fredrickson, professora de Psicologia na Universidade da Carolina do Norte, em Chapel Hill, “à medida que criamos o hábito de buscar a felicidade, nós mudamos e crescemos, e nos tornamos versões melhores de nós mesmos, desenvolvendo assim as ferramentas que precisamos para viver”.

 

1. Identificar conversas negativas de você com você mesmo: prestar atenção às vezes em que você engrandece os aspectos negativos das situações ao invés de olhar para os aspectos positivos.

2. Repetir afirmações positivas: repetir diariamente, para você mesmo, frases e palavras de incentivo, ou deixá-las visíveis em algum lugar da casa, é uma atitude recomendável.

3. Escrever em um diário as coisas pelas quais você se sente grato: isto nos ajuda a pensar em termos de abundância, e assim, evitar o ciúmes, a hostilidade e a irritação.

4. Aderir a hábitos positivos para o seu corpo: ao invés de sempre olhar para aquilo que você gostaria de mudar com relação ao seu corpo, começar a vê-lo sob outra perspectiva, focando mais em seu comportamento e bem-estar que em sua aparência.

5. Evitar comparações: ao invés de olhar para aquilo que os outros têm, busque encontrar seus próprios aspectos positivos, que são únicos e valiosos. Trate-se com carinho e compaixão, e não diga para si mesmo aquilo que não teria coragem de dizer a um amigo.

6. Encontre tempo para diversão e relaxamento: dedique-se a atividades que te deixem mais calmo ou te façam sorrir.

7. Esteja consciente: uma ótima ideia é praticar meditação, que te ensina a focar no “aqui e agora”, ao invés de pensar no passado ou no futuro.

8. Ajude os outros e seja um voluntário: ajudar as outras pessoas te permite estar mais mais conectado, orgulhoso e grato. É uma prática que traz benefícios para você e para o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *